Mario Esteves discute implantação do projeto Cidade Empreendedora

DSC_7082.jpg

 

O prefeito Mario Esteves se reuniu na manhã desta segunda-feira, 8, com lideranças do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), para discutir a implantação do projeto “Cidade Empreendedora”, cujo objetivo é a desburocratização do processo de aberturas de novas empresas no município, além da liberação do alvará online. Participaram do encontro representantes das secretarias envolvidas: Fazenda, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, e Ambiente.

 

De acordo com o secretário de Fazenda, Roberto Monzo, o município estabeleceu uma parceria com o Sebrae, no sentido de dar suporte à implementação do “Cidade Empreendedora”, através da Rede Nacional para a Simplificação do Registro e Legalização de Empresas e Negócio. A chamada “Rede Simples” é um sistema integrado que permite a abertura, alteração, baixa e legalização de empresas na Junta Comercial.

 

Monzo explica que a iniciativa integra todos os processos com apenas um único envio de documentos para a Junta Comercial, simplificando procedimentos e reduzindo a burocracia ao mínimo necessário. Órgãos e entidades federais, estaduais e municipais fazem parte deste processo.

 

“O projeto Cidade Empreendedora é uma proposta do governo para facilitar a abertura de novas micro e pequenas empresas no município. O trâmite precisa ser simplificado o máximo possível, porque o empresário não pode mais se deparar com pilhas de papéis na hora em que resolve entrar no mercado formal. Isso é prejudicial a toda a cadeia que gira em torno da economia, incluindo aí a geração de emprego e renda”, pondera.

 

Para o secretário de Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Wagner Aiex, a modernização de processos que são da alçada da Fazenda é de suma importância para a economia local. “A cada micro e pequena empresa que se instala em Barra do Piraí, a roda da economia se movimenta, com a criação de postos de trabalho, arrecadação de tributo etc. Logo, se o empresário tem mais facilidade para chegar ao mercado, com o apoio da prefeitura, todos saem ganhando”, analisa.

 

Já o prefeito destaca que o “Cidade Empreendedora” é apenas um pontapé inicial no longo caminho para a modernização da secretaria de Fazenda, além do incentivo à abertura de micro e pequenas empresas na cidade. “Precisamos fazer a nossa parte para que o microempreendedor tenha todo o suporte em sua jornada de colaborar com a economia do município. O alvará online será uma das medidas que adotaremos para isso. Há um entendimento no setor que o tempo da papelada acabou; é tudo digital, mais rápido e sem agredir o ambiente”, sinaliza.

JoomShaper