CRAS do Centro realiza Pré-Conferência de Assistência Social

DSC_9194.JPG

 

Uma novidade implementada antes da realização da Conferência Municipal de Assistência Social, as Pré-Conferências – divididas por áreas de atuação dos Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) – têm reunido centenas de usuários no sentido de debater assuntos desta natureza. Discutindo o Eixo 3, profissionais do CRAS Centro realizaram o seu evento na tarde de terça-feira, 13, no auditório do Colégio Cândido Mendes.

 

A decisão de dividir os eixos temáticos se deu porque, neste ano, a Conferência de Assistência Social, pela primeira vez, vai inserir os usuários no debate a respeito de projetos e programas desta pasta, em todos os níveis. Em Barra do Piraí, os quatro CRAS (Centro, Vargem Alegre, Areal e Califórnia) promoveram suas pré-conferências. Na do Centro, usuários e integrantes da secretaria de Assistência Social falaram a respeito do Eixo 3, que trata dos acessos à seguridade socioassistenciais e à articulação a respeito dos benefícios da transferência de renda como garantia destes direitos.

 

No evento, o assistente social da secretaria, Thiago de Oliveira Machado, fez uma passagem a respeito dos programas do governo federal que estão inseridos, além da assistência, na transferência de renda, como o Cadastro Único e o Bolsa Família. Ao final, apontou os desafios a serem enfrentados pela intersetorialidade e suas políticas de articulação de redes, conselhos, Ministério Público, dos profissionais e da atual conjuntura política e econômica do país.

 

“Os reflexos dessa discussão são sentidos em programas de assistência social. De todas as políticas, a de assistência social precisa ser vista com outro olhar. Quando há problemas de ordem política e econômica, como estamos vendo atualmente, este é o setor que mais perde recursos em seus benefícios de transferência de renda e outros pontos importantes para o andamento melhor. Portanto, discutir temas assim requer muita atenção”, frisou Thiago.

 

Atenta à explanação, a secretária de Assistência Social, Paloma Blunk dos Reis Esteves, falou a respeito das discussões de todos os eixos temáticos e da inserção dos usuários neste ano, antes da Conferência Municipal. Para ela, é um “momento onde se pode mostrar a importância do Sistema Único de Assistência Social (SUAS), como enfrentar momentos de cortes neste setor a partir da crise política e econômica”.

 

“Estar discutindo com os usuários se faz importante para que nossa Conferência Municipal esteja munida com os anseios apresentados por eles. E muitos acataram esse chamamento, uma vez que, em todos os eixos, estamos tendo uma adesão grande de participação. E aqui, com os usuários do CRAS do Centro, quando nos deparamos com tais demandas, conseguimos ter um olhar para cada proposta e programa de nossa competência, mesmo com os cortes propostos pelo governo federal. Vamos acolher os desafios apresentados por eles”, garantiu Paloma.

 

Vários foram os desafios apresentados durante as pré-conferências de Assistência Social. No CRAS Centro, as demandas apresentadas versaram sobre diferentes assuntos, tais como cursos de qualificação, agendamento de atendimentos, ampliação de serviços e outros.

JoomShaper