Defesa Civil adere a sistema de monitoramento por serviço de SMS

WhatsApp_Image_2017_11_01_at_14.16.27.jpeg
 
A Secretaria de Defesa Civil da Prefeitura de Barra do Piraí aderiu ao Sistema de Envio de Texto Emergenciais (Sisemte), da Secretaria de Estado de Defesa Civil. A proposta tem como objetivo auxiliar os trabalhos destes órgãos, por meio de envio de mensagens de textos aos celulares (SMS). Para participar, qualquer cidadão pode fazer o cadastro via site do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro. A medida é mais uma ferramenta na comunicação rápida e direta com a população, em áreas de risco.
 
Com a chegada do período das chuvas, os setores de Defesa Civil do país ligam o alerta. E, em Barra do Piraí, isso não seria diferente. Conhecida pela topografia comprometida por morros e dois rios, a cidade está entre as 30 no estado do Rio de Janeiro com problemas de desastres naturais. De acordo com uma análise mais profunda, o município chega a ser um dos 12 mais vulneráveis a esse tipo de problema. Assim, como nas demais unidades do país, Barra do Piraí se cadastrou e aderiu ao Sistema de Envio de Texto Emergenciais.
 
Segundo um dos agentes de Defesa Civil, Márcio as Silva Santos, o serviço permite agilidade na comunicação com a população, orientando e disseminando instruções quanto aos procedimentos que devem seguir no caso de um desastre. Frisa, ainda, que a população deve aderir ao projeto, uma vez que é reconhecido como mais uma ferramenta de contato e prevenção.
 
“É muito simples e seguro. Basta fazer o cadastro e receber as informações, via SMS no celular, não somente de possibilidades de chuvas, mas também de utilidade pública. É um projeto importante para a cidade e seus moradores. As pessoas só não podem se esquecer o número do seu CEP, para que recebam informações de nossa cidade, apenas”, frisa Márcio.
 
Nesse sistema, há quatro tipos de perfis: o administrador, gestor, operador e cidadão - é nesse último que a população deve fazer o seu cadastro. Para tanto, ao se cadastrar, o cidadão deve informar dados pessoais, principalmente o Código Postal (CEP) de sua localidade, possibilitando que o usuário seja identificado pelo sistema quando disparado algum alerta de SMS para a região do seu cadastro. 
 
Para o agente de Defesa Civil, André Luiz de Paula Guimarães, a cidade barrense ter aderido a este sistema é de grande valia, sobretudo, porque, principalmente em épocas de chuvas, quem mora nas regiões de encostas e ribeirinhas são os que mais sofrem com a falta de informação ou as mesmas de maneira equivocadas. Para ele, ter um serviço dessa natureza já vai facilitar a vida dos que trabalham no órgão e da população.
 
“Nossa cidade sofre com esses terríveis fenômenos da natureza. Hoje, cerca de 70% das moradias, sejam pequenos ou grandes imóveis, estão nas áreas ribeirinhas ou perto de encostas. Quando nos aproximamos da época de chuva, a falta de informação ou aqueles falsos anúncios acabam complicando a vida de quem trabalha na Defesa Civil. Com o sistema de envio de SMS, teremos uma nova ferramenta. Apesar do quantitativo de agentes na Defesa Civil, estamos nos preparando para essa época do ano. E espero que a população também venha a se precaver”, completa o engenheiro.
 
O cadastro pode ser feito por qualquer cidadão, bastando entrar no site do Sistema de Envio de Mensagens de Texto (http://sisemte.cbmerj.rj.gov.br/). Hoje, a população só pode efetuar o cadastro na área de “cidadão”. O cadastro de operadores deverá ser realizado pelo gestor municipal de Defesa Civil. O registro e o recebimento de mensagens são totalmente gratuitos.
 
 
Por Frank Tavares com foto de Raoni Carmo
JoomShaper